WEKO-FLOW com WEKO-SIGMA

SISTEMA DE APLICAÇÃO DE LIQUIDOS SEM CONTATO

Com os sistemas de aplicação de fluido da WEKO (WFA) composto pelo WEKO-FLOW e WEKO-SIGMA é possível realizar a aplicação na forma ideal. Pois, na aplicação de pulverização, o revestimento pode ser dosado de forma precisa e reproduzida a qualquer momento. O líquido é aplicado em menores quantidades, conforme necessário. As instalações são, além disso, de adaptação tão fl exível que as menores quantidades de produção são também rentáveis.

Funciona da seguinte maneira

A alimentação de fluido da WEKO-FLOW coloca a quantidade de fluido desejada disponível para o porta-rotores WEKO-SIGMA e controla todo o sistema. A bomba centrífuga regulada por frequência encaminha o fluido do reservatório ao porta-rotores. Com o movimento rotativo rápido dos discos de pulverização, os chamados rotores, se forma um fluxo definido de microgotas mais finas que formam uma aplicação de fluido uniforme. A quantidade de aplicação é, assim, ajustada à velocidade da máquina. O fluido não pulverizado deixa-se reencaminhar para o reservatório da alimentação.

Convincente no manuseio e na manutenção

As unidade modulares da WEKO-FLOW e WEKO-Sigma foram adaptadas para a utilização de diferentes fluidos. Por isso, os tempos de preparação e limpeza são mínimos, especialmente em relação à utilização de químicos. Todos os componentes são de fácil manuseio, tanto na operação como na manutenção, e têm um longo tempo de vida útil.

Suas vantagens

  • Quantidade de aplicação de definição precisa e sempre reproduzível
  • Adaptação automática da velocidade
  • Menor consumo de energia
  • de fácil manuseio mediante componentes amovíveis
  • Elementos de acionamento a armazenagem separada do espaço de pulverização
  • Tempos de mudança breves
  • Esforço de manutenção reduzido

 

  • Tempos de vida útil elevados
  • Tipo de construção compacta, com economia de espaço
  • Modular adaptável
  • Painel tátil de fácil manuseio
  • Acessibilidade ideal
  • Programa de lavagem programável e extração de fluido residual